quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

Feliz 2010 !!!

Bom esse ano que passou tive muitas coisas boas em minha vida de gato (meu primeiro ano de vida), muitas alegrias e descobertas que vou contar pra vocês em 2010.

Mas passei por aqui para desejar um Ano Novo cheio de saúde, alegrias e que todos os animais tenham um ano muito feliz. E como todos fazem promessas também vou fazer a minha de sempre atualizar o meu bloguinho, hehehe.

Até o próximo ano então.

Apinha

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Músicas sobre Gatos Parte I - Lovecats

Bom, quem me conhece sabe que gosto muito de uma banda que só perde para os Beatles no milésimo de segundo, o The Cure.

Na década de 80 eles fizeram esta singela homenagem aos gatos em uma música e em um clipe muito legal.

Prestem atenção aos 1:33 minutos a cara do gatinho, que tenta escapar e o Robert Smith não deixa. acho que ele queria dizer: "Me larga de mão meu !". Kiko


segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

Banho


Bom, chegando em casa, o Aparício estava com pulga saindo pelos olhos, se coçando todo, teria que ser feito algo a respeito. Banho. Com vocês 2 vídeos deste banho inaugural em sua nova casa. Ah e olha o tamanho da criatura.... Por Kiko
video video

domingo, 13 de dezembro de 2009

Olhos nos olhos enfim o gato...

E num sábado de dezembro (mais precisamente 06/12), saí da loja no fim da tarde cansada e fui em direção ao shopping comprar a árvore de natal e bolinhas que minha mãe tinha pedido, quando to chegando lá vejo uma multidão em volta de algo nesse momento estava no telefone perguntando a minha mãe se ela queria bolinhas e enfeites que eu aproveitava e comprava pra ela. Gente quando me aproximo vejo que são gaiolas com vários gatos, gatinhos e cachorros, quase tive um troço.

Desliguei o telefone e fui ver os gatos, daí quando passo os olhos em dois microgatos, um amarelo e outro preto pequeno mesmo. Pedi pra moça antes uma gata cinza mas, era furiosa, larguei e perguntei se o amarelinho era macho ou fêmea quando ela pegou ele e me deu na minha mão gente vocês não tem noção do que eu senti ele era muito pequeno, e olhou no fundo dos meus olhos.

Foi algo que não tem explicação quando ela disse que era gato fiquei louca por ele, perguntei o que precisava pra pegar se era doação ou venda, era doação.

Devolvi o gato e disse que ia fazer uma ligação e depois voltava pra pegar ele, liguei pra ele e contei que tinha encontrado o gato que “ele” queria: pequeno que cabia na palma da mão a coisa mais linda (um pouco de exagero), como ele tava na reunião de condomínio me disse que não aquele papo de não tem quem cuide...

Eu disse que ia comprar as coisas e que depois ia levar o gato desliguei e fui como um raio comprar a árvore, as bolinhas, desci as escadas rolantes com minha bolsa grande, a sacola com a árvore, a sacola das bolinhas e com o telefone na mão passando mensagem: preto ou amarelo e a resposta foi: preto não, daí deduzi que seria o amarelinho.

Quando chego perto das gaiolas tinham retirado e guardado os gatos dentro de uma caminhonete fechada sem ar e um calor mesmo, liguei pra ele e disse que ia levar o gato.”Posso levar o gato?” Ele responde:”Tu vai cuidar? e eu digo:” Claro que vou” e ele “Tu quem sabe”.

Pronto ! Pedi pra moça que queria um gatinho claro que eu sabia qual era e pra meu desespero ele estava do outro lado da gaiola longe da porta, mas depois de um tempo ela pegou me deu e eu preenchi um formulário de adoção do gatinho.

Como tinha uma pet shop na frente perguntei se a moça podia me indicar um remédio pra pulgas pois ele era tão pequeno e minado de pulgas, tomou o remédio lá mesmo e comprei uma ração de emergência, mais uma sacola e o gato nem sabia o que se passava.

Peguei um táxi com um motorista bem gente boa que disse que não tinha problema em levar o bichinho.

Quando to quase chegando ligo pra ele descer e me ajudar com as sacolas, eis que ele lá embaixo pega a sacola da árvore das bolinhas e nem percebeu o gato, mas quando ele viu aquele ser minúsculo deu risada.

Subimos e no meio do caminho no elevador perguntei que nome ele teria e daí veio o nome: Aparício conforme post (Inverno 2008). Iris

Um vazio na casa

Logo que mudei de casa tinha algo que me fazia falta, mas eu não sabia o que realmente era, com o passar dos dias como eu saia pra trabalhar e voltava não tinha notado, mas cada vez que eu ia na minha mãe ficava tempo com a gata no colo, eis que me deu um estalo era um bichinho que faltava na casa até porque não tínhamos toda a casa montada, mas o gato fazia falta.

Um inverno danado eu saia e via os bichinhos na rua e dizia: ”Vamos pegar um gatinho eu preciso de um bichinho.” Ele respondia: ”Não, tu passa o dia fora eu também o bicho vai ficar sozinho...” Eis que o fim do ano se aproximava e nada do bichinho. Iris

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Inverno de 2008

Era uma noite fria, fria, fria, mas fria, para vocês terem uma idéia, a cama estava forrada com um cobertorzinho daquele fleece em cima da colcha, daí vinha o lençol, outro fleece, 2 edredons e um cobertor de lã.

Para esquentar a cabeça, eu estava de touca e com uma manta em cima dos travesseiros para esquentar o pescoço. No rádio de vez em quando vinha o desânimo de escutar – Rádio tal, duas e meia, 6 graus.

A coisa tava tão difícil que o ar condicionado não dava rendimento e estávamos tentando dormir com aqueles aquecedores com lâmpada laranja ligado aos pés da cama. Bueno, com este panorama, o tradicional seria dormirmos abraçados para aumentar a possibilidade de nos aquecermos.

Foi o que tentei fazer, chegando próximo da Gorda e gentilmente tentei abraçá-la, quando fui nada gentilmente afastado com um cotovelaço e com uma frase dita por ela ainda dormindo – Não me aperta Aparício !!!!! – que é uma música clássica do cancioneiro gauchesco de raiz, provavelmente vinda de seu inconsciente.

Para quem tiver curiosidade, por favor veja a abertura do clássico filme "Não Aperta Aparício". Vale a pena esperar carregar o vídeo. Kiko video

sábado, 5 de dezembro de 2009

Parece que foi ontem...

.... que chegou aqui em casa, em meio a sacolas de compras de Natal um gatinho amarelinho ainda sem nome. Criamos este blog para contar as aventuras desse gatinho. Por enquanto, Feliz Aniversário Apinha !!!!!! Kiko